Busca:
RSSPowered by WebMotors

Testes & Comparativos

27-03-03 | Texto: Luís Felipe Figueiredo | Foto: Luís Felipe Figueiredo e divulgaçãoVoltar

Vectra 2.0 8V

De olho no IPI mais baixo

(27-03-2003) - Com a chegada do Honda Civic nacional e, mais tarde, do Toyota Corolla reestilizado, o ex-campeão de vendas viu sua performance no mercado nacional perder força mês após mês, até chegar à situação atual, em que vende menos do que seu “irmão menor” Astra Sedan e o Volkswagen Santana, outro ancião do segmento dos sedãs médios.

Mas a General Motors não é boba e para tentar recuperar terreno trouxe de volta o motor 2.0 8 válvulas para o Vectra, de forma a aproveitar a tarifa menor de IPI (Imposto sobre Produtos Industrializados) para veículos com motorização de 1.0 litro a 2.0 litros. Com isso a versão de entrada do Vectra ficou mais barata e o modelo volta a ser uma boa opção, já que, exceto pelo visual que também dá sinais da idade, possui vários atributos, como o desempenho agradável, o acabamento de primeira e o espaço interno - além do grande porta-malas.

Agora o Vectra terá duas versões bem distintas - a GM acabou com as séries Expression, Challenge e Millenium - a 2.0 8V, que terá como opcional o Pacote CD, e a “top” 2.2 16V, que tem o Pacote CD e transmissão automática de série.

Sedã tem desempenho macio e agradável com motor 2.0 8V
A engenharia da GM deu uma mexida no motor 2.0 8V, recalibrando os parâmetros de injeção e ignição a partir do módulo eletrônico de comando do motor. Segundo a montadora, isso resultou em uma curva de torque mais plana, característica que foi comprovada no trânsito urbano, no qual o Vectra se saiu bem, exibindo fôlego e respostas rápidas.

Na estrada o modelo também foi bem. Em trechos sinuosos, a estabilidade - favorecida pela distância entreeixos de 2.640 mm e pelos pneus 195/65 em rodas aro 15 - é o ponto forte do Vectra. A posição de dirigir também agrada, embora a direção tenha apenas regulagem de altura e o banco do motorista não disponha desse recurso.

O torque máximo é de 17,6 kgfm a 2.600 rpm, com 88 % da força total já disponível a apenas 1.600 rpm, de acordo com a montadora. Segundo a GM, o Vectra 2.0 acelera de 0 a 100 km/h em 11 segundos e atinge a velocidade máxima de 193 km/h. O consumo do modelo, de acordo com os números de fábrica, é de 10,2 km/l na cidade e 14,5 km/l na estrada.
Externa e internamente modelo mostra sinais da idade avançada

O último “face-lift” feito pela GM no Vectra aconteceu há dois anos. Ainda assim, foram apenas pequenas mudanças na traseira, com a adoção de novas lanternas e nova tampa do porta-malas, e na dianteira, com novos faróis. E ponto.

Internamente o modelo mantém o mesmo layout desde que foi lançado. O painel, por exemplo, excetuando-se os mostradores que ganharam nova grafia, é o mesmo.

Essa aversão à mudança poderia ser explicada pela máxima “não se mexe em time que está ganhando”, só que as vendas do Vectra não vão tão bem assim. Ainda que não confirmado pela GM do Brasil, a nova versão européia do Vectra, produzida na Alemanha, poderá substituir o irmão mais velho que, segundo algumas fontes, ainda poderá receber um derradeiro face-lift no segundo semestre deste ano.
Modelo é bem equipado e espaçoso

O Vectra traz de série um pacote básico de equipamentos que conta com ar-condicionado, direção hidráulica, espelhos retrovisores externos com comando elétrico, vidros e travas elétricos (incluindo o fechamento das janelas ao trancar o veículo), além do "Keyless Entry System", que permite a abertura das portas e porta-malas por meio do controle remoto.

O espaço no banco traseiro é bom e acomoda passageiros mais altos, sem que estes apertem as pernas ou encostem a cabeça no teto. O porta-malas com 500 litros de capacidade é o suficiente para levar a bagagem de uma família de 4 pessoas, sem deixar nada para trás.

Os comandos dos vidros elétricos ficam mal localizados, ao lado do câmbio, e exigem certo desvio de atenção do motorista para sua utilização.

O Vectra 2.0 8V pode ser equipado com o Pacote CD de opcionais, composto de airbag duplo, controle eletrônico de temperatura do ar-condicionado, faróis de neblina instalados no pára-choque, freios traseiros a disco, regulagem de altura para o banco do motorista, alarme anti-furto, rodas de 16 polegadas, computador de bordo e espelho retrovisor interno eletrocrômico rádio AM/FM estéreo com CD Player, CD Changer (para 6 CDs) e o Premium Sound, que contém um amplificador de 240 W, oito alto-falantes e um subwoofer de 60 W, instalado no porta-malas. O pacote CD custa R$ 6.100,00.
Volta do motor 2.0 8V é tentativa de melhorar vendas

A GM não trouxe o motor 2.0 8V de volta à toa. O Vectra não apresentava boa performance no mercado nacional devido ao seu alto preço frente à concorrência, mais jovem e cheia de gás.

A nova versão com o motor de 2.0 litros de cilindradas e 8 válvulas é oferecida por R$ 39.900,00, com uma redução de 17% em relação à antiga versão GL da linha 2002 equipada com ar condicionado e trio elétrico.

O líder de vendas no segmento dos sedãs médios é o Astra Sedan (R$ 37.367,00 versão 2.0 8V - o mesmo motor do Vectra), seguido pelo Honda Civic (R$ 41.800,00, versão LX), pelo VW Santana (R$ 34.600,00, o mais barato) e pelo Toyota Corolla (R$ 37.300,00). No ranking de “mais procurados” da WebMotors, o Vectra 2.0 foi o 5º mais procurado no primeiro bimestre de 2003, prova de que o tiro da GM pode ter sido certeiro.
Faça uma proposta de 0 Km
Compare todas as versões
Escolha um modelo usado
Seguro

Tabela WebMotors

Avalie grátis seu veículo pela tabela Tabela Fipe e Tabela WebMotors

É proibida a reprodução de qualquer matérial publicado pela WebMotors S.A. entendendo-se por reprodução todas as formas possíveis de cópia e distribuição, salvo quando existir prévia autorização por escrito dos responsaveis da WebMotors.