Revista

RSS
Busca:

Testes & Comparativos

22-12-03 | Texto: Da Redação WebMotorsVoltar

Mitsubishi Pajero Full: motor mais potente para 2004

Modelo se destaca nos equipamentos de conforto e segurança

(22-12-2003) - O Mitsubishi Pajero Full 2004 chega ao Brasil com duas versões de motor, o V6 ECI-MULTI, 3,8 litros 24 válvulas, gasolina, de 233 cv a 5.000 rpm, e o 3.2 diesel, turbo intercooler de 165 cv a 3.800 rpm.

Em relação à versão anterior de 3,5 litros a potência passou de 202 cv para 233 cv e o torque, que era de 31,5 kgf.m, agora é de 35,1 kgf.m. Para chegar aos 3.828 cm³, o novo motor gasolina teve diâmetro e curso do pistão aumentados. A taxa de compressão, que era de 9,0:1, passou para 9,5:1.

Outro destaque é o sistema de controle de aceleração, que passa a ser feito eletronicamente (drive by wire), sem contato entre o pedal do acelerador e a borboleta de aceleração, propiciando mais segurança e melhor dirigibilidade.

A transmissão vem conjugada com a tração Super Select 4WD II que permite que, até 100 km/h, se faça a mudança de tração de 4x2 traseira para 4x4 integral, sem a perda de desempenho ou aumento de consumo, segundo a Mitsubishi. O estágio seguinte, que também pode ser feito com velocidade de até 100 km/h, bloqueia o diferencial central eliminando as diferenças entre a velocidade das rodas dianteiras e traseiras. O último estágio 4LLc, que deve ser engatado com o carro parado, bloqueia o diferencial e aciona a reduzida, proporcionando ao Pajero Full 50% a mais de torque, de acordo com a fábrica.

Equipado com o câmbio Invecs II de cinco velocidades que tanto pode ser usado da forma automática, quanto pelo sistema Sports Mode, que oferece ao usuário a opção das mudanças serem feitas manualmente de forma seqüencial.

O novo Pajero Full passa a contar, também, com M-ASTC (Mitsubishi Active Atability Traction Control). Trata-se de um controle de tração e estabilidade que atua a partir do momento em que detecta que alguma das rodas deixa de ter aderência. O sistema pode ser desligado por meio de um botão localizado no console do veículo. Para evitar esquecimentos por parte do motorista, ao se atingir a velocidade de 80 km/h, ele volta a ser acionado automaticamente. E, a partir de 40 km/h, não se consegue mais desligá-lo. Uma outra situação onde o M-ASTC permanece desligado é com o sistema de tração engatado em 4x4 reduzida.

CD Player com disqueteira para seis discos, um novo compartimento de ferramentas, sistema keyless, que permite o controle das travas de portas à distância por controle remoto, apoio de cabeça e cinto de segurança de três pontos para todos os ocupantes do veículo, são alguns dos equipamentos de série do modelo, que conta ainda com side bags (bolsas infláveis) de série na versão gasolina, para o motorista e o passageiro do banco dianteiro.

O banco do motorista agora passa a ter ajustes de posicionamento com acionamento elétrico. A carroceria recebeu maior número de placas galvanizadas e tratamento especial anticorrosivo na sua estrutura.

Os freios são auxiliados por um sistema ABS de quatro canais e sistema EBD de distribuição de pressão. Esses equipamentos são ainda coadjuvados pelo dispositivo HBB (hydraulic brake booster), que substitui o tradicional servofreio por um motor hidráulico, aumentando a eficiência de todo o conjunto. Esse dispositivo que identifica com maior antecedência as freadas de pânico é de série em todas as versões, assim como os discos ventilados nas quatro rodas, com pinças de duplo pistão na dianteira. O Pajero Full vem equipado com airbag duplo, para motorista e passageiro dos bancos dianteiros.

O sistema de subframe, chassi integrado ao monobloco, é o mesmo que passou a ser incorporado ao modelo TR4 e, entre outros benefícios, como o aumento da rigidez estrutural, reduziu o peso da carroceria em 25 quilos. De acordo com a Mitsubishi, a ausência do chassi proporciona um aumento do vão livre do solo e uma diminuição da altura total do veículo. Os bancos ficam mais próximos da altura do quadril do passageiro de altura média: não é preciso “subir” para entrar no Pajero Full. Essa tecnologia também permitiu a possibilidade de se explorar ao máximo a suspensão, independente nas quatro rodas. Na dianteira, o Pajero Full têm braços triangulares duplos com molas helicoidais e, na traseira, sistema Multilink, que se caracteriza pela capacidade de “copiar” o solo e manter o mais tempo possível as rodas em contato com ele.

A versão 2004 do Mitsubishi Pajero Full já está à disposição nas 80 concessionárias da marca distribuídas por todo o País.

É proibida a reprodução de qualquer matérial publicado pela WebMotors S.A. entendendo-se por reprodução todas as formas possíveis de cópia e distribuição, salvo quando existir prévia autorização por escrito dos responsaveis da WebMotors.

©1995-2014 WebMotors S.A. Todos os direitos reservados.