Revista

RSS
Busca:

Lançamentos

07-10-05 | Texto: Luís Felipe Figueiredo, de Brasília, DF | Foto: DivulgaçãoVoltar

Vectra 2006

Renovado por dentro e por fora, para brigar pela liderança

(07-10-2005) - Enfim, a GM encerra o suspense e exibe o Vectra 2006, que chega em duas versões, Elegance e Elite - equipadas com motores 4 cilindros de 2 e 2,4 litros, respectivamente, ambos flexíveis em combustível (podem ser abastecidos com álcool ou gasolina em qualquer proporção). Fabricado em São Caetano do Sul, o Vectra está sendo comercializado na rede de concessionárias há um mês (em um inédito esquema de pré-venda) e já foram vendidas, segundo a GM, 4 mil unidades.

Na apresentação do carro foi feita a distinção: o Vectra Elegance, que custa R$ 59.990,00, vem para brigar com os sedãs médio-pequenos, como Honda Civic, Toyota Corolla e Ford Focus Sedan. Já o Vectra Elite, por R$ 79.990,00, enfrentará sedãs médios como Citroën C5, Peugeot 407, Honda Accord e Volkswagen Passat.

De série o Elegance traz ar-condicionado eletrônico, faróis com regulagem elétrica de altura e espelho retrovisor eletrocrômico. Adicionados opcionais como sensor de chuva, sistema de freios ABS com distribuição eletrônica de frenagem, câmbio automático e bolsas de ar dianteiras, o preço do Vectra Elegance chega a R$ 72.990,00.

Já o Elite traz de fábrica revestimento de bancos e painéis de portas em couro, ABS com EBD, sensor de chuva, toca-CD com capacidade para 6 discos (inseridos no próprio painel) e controle automático de velocidade. Incluindo-se os opcionais teto solar (elétrico) e ajuste elétrico para o banco do motorista o preço sobe para R$ 84.990,00.

Pela primeira vez na linha Chevrolet, o Vectra conta com garantia total de fábrica de 3 anos.O novo visual tem linhas mais modernas em que se destacam a linha de cintura mais alta, a traseira bem resolvida e a frente que, segundo a GM, será "a base para futuros modelos" - incluindo-se aí uma provável reestilização do Celta.

Além dos detalhes visuais, o Vectra 2006 ficou maior do que o anterior. Ganhou 12,3 cm em comprimento (de 4.495 mm para 4.618 mm), 4,3 cm em altura (1.415 mm - 1.458 mm) e 2,1 cm em largura (agora 1.728 mm, ante 1707 mm). A distância entreeixos cresceu 6,3 cm (de 2.640 mm para 2.703 mm) o que colaborou para o aumento do espaço interno e do conforto - passageiros desfrutam de maior espaço para pernas e no banco traseiro.

Seu porta-malas, antes já um destaque, está ainda maior: a capacidade passou de 500 para 526 litros. A tampa do compartimento agora utiliza sistema pantográfico (articulado), que não rouba espaço interno, e a exemplo do modelo anterior pode-se acessar o porta-malas de dentro do carro, por uma pequena abertura no centro do banco traseiro.

Mecanicamente, é novo na linha o motor 4-cilindros de 2,4 litros e 4 válvulas por cilindro (duas para admissão, duas para exaustão). Esse motor desenvolve potência de 146 cv quando abastecido com 100 % de gasolina e de 150 cv com álcool, sempre a 5.200 rpm. Seu torque máximo é de 23,1 kgfm com gasolina e de 23,7 kgfm com álcool (a 4.000 rpm). O motor de 2 litros e 2 válvulas por cilindro – o mesmo que equipa a minivan Zafira – tem potência de 121 cv quando rodando com 100 % de gasolina e de 127,6 cv com 100 % de álcool; o torque máximo é de 18,3 kgfm com gasolina e de 19,6 kgfm com álcool.

Embora mais potente, o motor 2,4-litros apresenta nível de ruído mais elevado do que o de menor cilindrada.

Peca o novo Vectra pelos bancos dianteiros, que poderiam ser mais confortáveis (o do motorista, na versão Elite, possui regulagens elétricas em distância e altura; a do encosto permanece manual).

A suspensão traseira também foi alterada. O eficiente sistema multibraço que equipava o Vectra anterior dá lugar ao mais barato eixo de torção (solução idêntica à do Astra e da Zafira, por exemplo). Na dianteira permanece a suspensão independente tipo McPherson.

O comportamento dinâmico do Vectra 2006 afirma o bom acerto de suspensão demonstrado pela fábrica em seus últimos modelos. O sedã é correto em reações, oferecendo dirigibilidade agradável e pouco afetada pelas imperfeições do piso - como comprovado durante avaliação. Mas é certo que os pneus de perfil baixo utilizados no Elite avaliado (215/45 R17, oferecidos como opcional) transmitem mais aspereza do que aqueles que o equipam de série (205/55 R16, idênticos aos do Elegance). Além do Vectra, apenas o Fiat Stilo Abarth oferece rodas de 17 polegadas como opcional - com pneus, no entanto, de perfil pouco mais alto (50, ante 45 do sedã Chevrolet).

Ponto positivo também para o câmbio manual - ainda que o automático seja mais confortável. Os engates estão perfeitos, leves e precisos, graças a alterações no trambulador.

O Vectra 2 litros com transmissão manual (abastecido com álcool) atinge velocidade máxima de 198 km/h e acelera de 0 a 100 km/h em 10 segundos. Com gasolina a velocidade máxima é de 196 km/h; a aceleração de 0 a 100 km/h acontece em 10,5s. Essa versão com câmbio automático apresenta números de desempenho pouco inferiores - 197 km/h e 0 a 100 km/h em 11,9 segundos com álcool e 194 km/h e 12,3 s de 0 a 100 km/h com gasolina.

Essa versão percorre com um litro de gasolina, segundo a fábrica, 10,1 quilômetros na cidade (câmbio manual ou automático) e 15,1 km na estrada (14,9 com automático). Com álcool os números são 7,3 km/l na cidade (7,1 km/l automático) e 10,7 km/l na estrada (10,3 automático).

Já o Elite (que terá apenas opção de câmbio automático) chega a 206 km/h abastecido com álcool (203 km/h com gasolina) e acelera de 0 a 100 km/h em 10,5 segundos (10,9 s com gasolina).

Mais beberrão do que o 2-litros, o Vectra Elite percorre na cidade 9 km com um litro de gasolina. Na estrada chega a 12,9 km/l. Com álcool, faz 6 km/l na cidade e 9 km/l na estrada.

Prova de que os acessórios vendidos pela rede de concessionárias são um negócio altamente lucrativo para a fábrica, a GM oferece no Vectra 2006 itens como DVD portátil (instalado no teto, apenas para o banco traseiro), sistema de telefone celular Bluetooth, sensores de estacionamento (dianteiro e traseiro) e uma geladeira portátil, instalada no banco traseiro.

É também oferecido o sistema de rastreamento e localização do veículo por radiofreqüência ChevyStar (R$ 999,00 por um ano e R$ 1.399,00 por dois anos, podendo ser renovado).

O jornalista viajou a convite da General Motors do Brasil
_______________________________
E-mail: Comente esta matéria

É proibida a reprodução de qualquer matérial publicado pela WebMotors S.A. entendendo-se por reprodução todas as formas possíveis de cópia e distribuição, salvo quando existir prévia autorização por escrito dos responsaveis da WebMotors.

©1995-2014 WebMotors S.A. Todos os direitos reservados.