Revista

RSS
Busca:

Lançamentos

07-11-11 | Texto: Rodrigo Ribeiro | Foto: DivulgaçãoVoltar

Novo Fiat Palio chega às lojas por R$ 30.990

Segunda geração do modelo ficou maior e melhor

(07-11-11 – Belo Horizonte – MG)Demorou – mais precisamente, 15 anos –, mas finalmente o Fiat Palio mudou de geração. O hatch compacto da Fiat agora está maior, mais refinado e, pasme, perdeu até seu jeito meio mole de ser. Com vendas já iniciadas, o novo Palio chega às lojas a partir de R$ 30.990 na versão Attractive 1,0L.

Por esse preço o carro oferece (literalmente) o básico: para-choques na cor da carroceria e direção hidráulica. Vidros elétricos e faróis de neblina vem de série no Attractive 1,4 L (R$ 34.290), enquanto ar-condicionado só vem de fábrica nas versões 1,6L Essence (R$ 37.990) e Sporting (R$ 39.990) – esta última ganha faróis e lanternas escurecidos e adesivos espalhados pela carroceria, incluindo um que imita uma saída de ar no para-lama dianteiro. O câmbio automatizado Dualogic segue sendo oferecido apenas nas versões 1,6L, por R$ 2.500 extras.

Estilo italiano
Apresentações feitas, vamos esmiuçar o carro de R$ 1 bilhão. Segundo a Fiat, esse é o valor gasto no projeto do modelo, chamado internamente de 326. Adotando a mesma plataforma do novo Uno, o Palio agora está mais largo (3,1 cm), alto (6,0 cm), longo (2,8 cm) e com maior entre-eixo (4,7 cm). O processo de engorda beneficiou diretamente os ocupantes, que ganharam um espaço menos claustrofóbico.

Além de mais espaçoso, o Palio ganhou um visual completamente novo, por fora e por dentro. Ou melhor, quase completamente, já que os mais atentos irão notar detalhes do novo Uno, do 500 e (principalmente) do Punto no novo Palio. Não à toa, ambos foram projetados na Itália.

O resultado é um carro que, apesar de não ser uma revolução (como ocorreu com o Uno e o Gol), é uma clara evolução do hatch lançado em 1996. A dianteira a laPunto deixou o Palio com um frente carismática, enquanto a traseira misturou bem elementos verticais e horizontais, com destaque para a lanterna.

A atualização visual refletiu também no painel, mais arredondado e melhor. Além da visível melhora da qualidade dos plásticos, os difusores do ar-condicionado agora deixam de esfriar as mãos do motorista para resfriar a cabine. Mas nem tudo são flores: peças mal-encaixadas e o uso excessivo de plásticos sem textura alguma mostram que ainda há o que melhorar para se aproximar do Gol.

Dureza de líder
Durante o test-drive das versões 1,0L e 1,4L do novo Palio nas ruas de Belo Horizonte (MG), o WebMotors pode perceber que não foi só no acabamento que o hatch da Volkswagen foi usado como referência. A suspensão do Palio, tradicionalmente macia, perdeu parte de sua moleza de ser.

Não que este Fiat tenha ficado firme como um Gol, mas o Dramin agora pode ser dispensado pelos passageiros antes de uma viagem. Com uma calibragem mais dura e direção de respostas mais diretas, o Palio ficou até divertido de dirigir – frase impensável de ser dita sobre qualquer versão anterior do modelo. O câmbio teve seus engates melhorados e a versão 1,4L mostrou-se bem disposta no trânsito urbano, mesmo carregando quatro pessoas com o ar-condicionado ligado.

Com previsão de ser responsável por metade dos 8.000 novos Palios que a Fiat pretende vender, a versão 1,0L é o suficiente para levar seu proprietário do ponto A ao ponto B – desde que o tempo não seja escasso. Nada mais justo, afinal são 75 cv e míseros 9,9 kgfm de torque quando abastecido com etanol.O consumo, segundo a Fiat, é de 9,3 km/l de etanol na cidade e 12,5 km/l na estrada.

Reposicionamento
Mesmo com detalhes para serem corrigidos, não há um ponto onde o novo Palio não tenha melhorado. Mas, apesar da grande evolução, a Fiat não espera bater o Gol, tarefa designada agora ao Mille e novo Uno. Não que o Palio não irá ganhar mais novidades. Além da atualização no resto da família, o hatch pode ganhar já no ano que vem uma inédita versão com teto-solar, exposta no lançamento do modelo. As melhorias beneficiam em cheio o consumidor. Só esperamos que a Fiat não demore outros quinze anos para atualizar novamente o Palio.

Viagem feita a convite da Fiat do Brasil

É proibida a reprodução de qualquer matérial publicado pela WebMotors S.A. entendendo-se por reprodução todas as formas possíveis de cópia e distribuição, salvo quando existir prévia autorização por escrito dos responsaveis da WebMotors.

©1995-2014 WebMotors S.A. Todos os direitos reservados.