Revista

RSS
Busca:

Lançamentos

25-03-11 | Texto: Rodrigo Samy | Foto: Divulgação/ Mario VillaescusaVoltar

Novo VW Jetta chega com preço sugerido de R$ 65.755

Modelo da Volkswagen chega para substituir o Bora e o antigo Jetta ao mesmo tempo.
Thomas Schmall afirmou: com esse carro nós vamos virar o jogo

(25-03-11 – Mogi das Cruzes - SP) - A Volkswagen escolheu um Golf Clube para lançar o novo Volkswagen Jetta, que foi apresentado no Salão do Automóvel de São Paulo. Apesar de a VW escolher um Golf Clube para lançar o modelo, o novo Jetta só herda o motor 2-litros do nosso Golf.

Durante a apresentação do modelo, o presidente da Volkswagen do Brasil, disse que o sedã é o automóvel que fará a VW virar o jogo no volume de vendas. “Com esse carro nós vamos virar o jogo”, disse Thomas Schmall. Para vencer essa partida nacional, a Volkswagen apostará em um volante, um ponta-de-lança e em um goleador.

O volante é aquele que vem “pra” marcar o território e deixar o meio de campo comprometido, trata-se do Jetta na versão de entrada, chamada pela fábrica de Comfortline. Seu valor sugerido pode dar comichão na concorrência: R$ 65.755 com câmbio manual.

Já o ponta-de-lança é o com câmbio Tiptronic, com um valor sugerido de R$ 69.990. Os principais equipamentos da versão de entrada são: direção hidráulica, coluna de direção com ajuste de altura e profundidade, sensores de estacionamento dianteiro e traseiro, ar-condicionado, rádio CD MP3 Player com 6 alto-falantes, ABS e quatro airbags, sendo dois laterais. Os principais opcionais são: volante multifuncional, revestimento dos bancos em couro native (R$ 600), teto solar elétrico (R$ 2.990) e rádio Touchscreen com oito alto-falantes (R$ 1 mil).

De acordo com a VW, a versão de entrada tem a função de preencher a lacuna do Volkswagen Bora, que tem um valor sugerido de R$ 57 mil.

Por falar nisso, o Jetta está equipado com o mesmo motor do valente Bora. Trata-se do consagrado pelos mecânicos 2-litros, flexível em combustível, de 120 cv de potência máxima e 180 Nm de torque. Segundo a Volkswagen, o Jetta equipado com o 2.0 acelera de 0 a 100 km/h em 10 segundos com câmbio manual e, em 11,1, com a transmissão automática. Os dois números foram declarados quando ambos estavam com álcool. Segundo os próprios dados da VW, o próprio Bora arranca melhor, 9,7 segundos para chegar a 100 km/h.

O artilheiro que tem de marcar gols a favor da alemã é o Jetta Highline. O modelo topo tem a árdua missão de manter a fama de bonzão do antigão, além de levar ao consumidor um aperitivo apetitoso do Passat. Afinal, o Jetta está localizado em um patamar abaixo do nobre Passat, conforme infográfico da VW. Com um valor sugerido de R$ 89,52 mil, a versão equipada com câmbio DSG oferece os principais equipamentos de série, além de os presentes na Comfortline: revestimento em couro e 8 ajustes manuais, ar-condicionado de duas zonas, volante multifuncional, sensor crepuscular, sensor de chuva, rádio CD Player com tela Touchscreen com oito alto-falantes, espelho retrovisor externo aquecido, ESP e airbag de cabeça. Como opcionais o Jetta oferece: teto solar elétrico (R$ 3 mil) e ajuste elétrico do banco do motorista (R$ 1 mil).

O goleador que ajudará a virada alemã é equipado com um propulsor de 2,0 litros turbinado que rende 200 cv de potência. Além do motor mais potente e do câmbio bem mais esperto, o modelo topo tem direção servo-assistida elétrica, discos de freio de maior dimensão e suspensão com melhor configuração. Na dianteira o Jetta mais caro tem configuração independente, do tipo McPherson, com molas helicoidais integradas e barra estabilizadora. Já a traseira é composta por independente, com braços múltiplos, molas helicoidais e barra estabilizadora. De acordo com os números da Volkswagen, o Highline, que está equipado com um motor de 200 cv, acelera de 0 a 100 km/h em 7,3 segundos e atinge a velocidade máxima de 238 km/h. Mesmo com um desempenho interessante para a categoria, o Jetta não mete o pé na jaca na hora da bebedeira. Consumo médio de 14, 8 km/l na estrada (referência NBR 7024).

Comparando com o Jetta antigo

O sedã recém-lançado é consideravelmente maior que seu antecessor. A distância de entre-eixos é de 2.651 mm (73 mm maior) e a largura é de 1.778 mm. Conforme as medições da VW, o espaço para os joelhos dos passageiros do banco traseiro fica em 60 mm. O comprimento ficou em 4.644 mm (90 mm maior) e o porta-malas oferece 510 litros de espaço para bagagem.

A Volkswagen tem um hotsite com os principais pontos fortes do carro.

Hoje, o WebMotors rodará com o carro pela região de Mogi das Cruzes e do litoral paulista. Aí, na próxima semana, publicaremos uma avaliação completa sobre o novato, responsável por fazer gols como o VW Gol na linha de produção. Será que ele consegue?

Rodrigo Samy viajou para Mogi das Cruzes, São Paulo, à convite da Volkswagen do Brasil

Gosta de sedãs?

Então veja as ofertas do segmento da moda no WebMotors:

Ford Fusion

Ford Focus Sedan

Chevrolet Vectra

Honda Civic

Renault Mégane Sedan

Volkswagen Bora

É proibida a reprodução de qualquer matérial publicado pela WebMotors S.A. entendendo-se por reprodução todas as formas possíveis de cópia e distribuição, salvo quando existir prévia autorização por escrito dos responsaveis da WebMotors.

©1995-2014 WebMotors S.A. Todos os direitos reservados.