Revista

RSS
Busca:

Guia de Compras

08-07-08 | Texto: Rodrigo Samy | Foto: DivulgaçãoVoltar

Guia de compra - Citroën Xsara

Franceses são boas opções desde que muito bem conservados. As duas versões são confortáveis e têm manutenção elevada

(08-07-08) - Quando chegou ao Brasil, em 1998, por importação, o Citroen Xsara esbanjava design. Com seu charme e desenho inovador, ele conseguiu abocanhar aquele brasileiro de classe média que via nos importados, pós-abertura econômica, uma oportunidade de conquistar o status do automóvel diferente na garagem.

Para atender à demanda, a marca francesa comercializava quatro opções de motores: 1,8 litro com 16 válvulas, 1,8 litro com 8 válvulas (nas versões GLX e Exclusive) e 2,0 litros de 16 válvulas com 167 cv de potência máxima. A opção perua chegou um ano depois e utilizava a mesma plataforma do Peugeot 306 Break.

A dianteira com vincos mais ressaltados e faróis ao estilo “olho de gato” só chegou ao Brasil em 2001. Uma leve reestilização que também trouxe a aposentadoria do motor de 1,8 litro, cedendo lugar ao propulsor de 1,6 litro de 16 válvulas.

No mesmo ano a configuração de 2,0 litros continuava na prateleira, mas, por uma questão tributária, sua potência foi reduzida para 138 cv. Sem ter uma vida muito longa, a família Xsara foi encerrada em 2003. Foram cerca de 25 mil unidades comercializadas.

O modelo Citroën Xsara Break, fabricado em 1998, custa em média R$ 14 mil e o modelo hatch tem o mesmo valor na tabela. Os últimos modelos, fabricado em 2003, têm valor sugerido de R$ 24 mil.

Um dos pontos positivos da linha Xsara é que não houve rechamadas (recall) em seus históricos. Em compensação, o Xsara Picasso teve quatro convocações.

Barreira da manutenção

Segundo Paulo Pedro Aguiar, da Engin Engenharia, os franceses são rejeitados por apresentarem dificuldades na hora de encontrar peças. Às vezes é complicado achar, principalmente porque não há oferta. São poucas as lojas especializadas e as concessionárias, explica o engenheiro automotivo. Atualmente a marca francesa conta com 100 revendas espalhadas pelo Brasil.

Uma das dicas para encontrar peças de reposição é buscar a concorrência. Como a família Xsara utiliza a mesma plataforma do Peugeot 306, alguns componentes são exatamente iguais. Por exemplo: amortecedores, pastilhas, conjunto de embreagem e filtro de óleo.

Segundo Alberto Martinucci Jr., proprietário da oficina independente MotorFast, que trabalha com a PSA (Peugeot-Citroën) há cerca de 12 anos, existe uma certa dificuldade em trabalhar com as marcas francesas devido ao restrito leque de informações. Tanto que o mecânico vai à França buscar informações mais precisas, anualmente.

Antes de sair da loja

Para não levar um mico para casa, não se esqueça de inspecionar as bandejas da suspensão dianteira, pois elas são um dos problemas mais comuns da família Xsara. Isso ocorre principalmente com as primeiras unidades que vieram ao Brasil, pois tiveram pouco índice de tropicalização (adequação às ruas brasileiras).

Se o carro já está bem rodado, veja a qualidade dos amortecedores. Como estas peças têm menos oferta, elas podem ter valor salgado. Existem os modelos recondicionados, que são totalmente contra-indicados. Para ter uma idéia, um amortecedor do Xsara Break ou do hatch equipados com motor de 1,8 litro custa em média R$ 150. Um similar do Peugeot 306 tem um valor em torno de R$ 120 cada. Já o recondicionado custa por volta de R$ 50.

Para saber se o proprietário antigo recorreu à economia, pergunte a ele sobre a nota fiscal ou eleve o carro na plataforma para fiscalizar se a pintura dos amortecedores é a orginal.

Outro problema recorrente da família Xsara são os rolamentos das rodas. Às vezes o ruído passa despercebido nas ruas movimentadas, porém fica nítido na estrada. Isso ocorre porque as rodas estão em maior movimento e o barulho externo é menor.

Outra dica que deve ser aplicada a todos os automóveis está relacionada à luz-espia do airbag. Verifique se ele está desligado. Este sistema de segurança foi projetado para funcionar uma única vez. Em caso de uma reparação, em que o airbag foi acionado, todos os componentes deverão ser substituídos. Isso custa caro e tem muita gente que prefere desativá-lo.

Gosta de Citroën?

Então veja as ofertas do segmento da moda no WebMotors:

Xsara

Xsara Picasso

Procure todos os Guias de Compra aqui!

É proibida a reprodução de qualquer matérial publicado pela WebMotors S.A. entendendo-se por reprodução todas as formas possíveis de cópia e distribuição, salvo quando existir prévia autorização por escrito dos responsaveis da WebMotors.

©1995-2014 WebMotors S.A. Todos os direitos reservados.